Clipping

Partido dos Trabalhadores perde representação na ALE e na Câmara

29 Março de 2016

 / Tribuna Independente

 

A filiação do deputado Marquinhos Madeira ao PMDB transforma a bancada do partido na maior da Assembleia Legislativa Estadual (ALE), contudo, deixa o Partido dos Trabalhadores sem representantes na Casa de Tavares Bastos. O PT iniciou a nova legislatura com dois parlamentares, mas Ronaldo Medeiros e Marquinhos Madeira migraram para o PMDB, que vem sendo fortalecido com as últimas filiações. O PT já não contava mais com Judson Cabral na ALE, pois o mesmo não conseguiu se reeleger.

Com tantos escândalos envolvendo o Partido dos Trabalhadores, a saída dos seus representantes era tida como certa.

Quem comemora é o líder do PMDB na Casa, deputado Ricardo Nezinho, pois a legenda conta agora com sete deputados estaduais em sua bancada. “A bancada está crescendo e se fortalecendo, podendo chegar a um número maior que esse e isso é importante para o parlamento e para o próprio partido”, analisou.

Mas a perda de representação do PT não se limita apenas a Assembleia Legislativa Estadual, o seu único representante na Câmara de Vereadores de Maceió se filia amanhã ao Partido Progressista (PP). O vereador Cléber Costa explicou que o motivo de sua saída é a insatisfação com o partido, sobretudo, pela causa médica, já que ele é representante da categoria na Casa de Mário Guimarães.

“Eu precisava tomar uma postura, faço parte da diretoria do Conselho e esse era momento de me posicionar”, esclareceu. Outro ponto que o fez deixar o PT foi a sua intenção de ser reeleito vereador, e segundo ele, a legenda hoje enfrenta dificuldades. “Existe uma inviabilidade política, dificuldade de coligação. Eu não posso tapar o sol com a peneira. Não quero sair atirando no partido, mas ninguém é eleito sozinho”, declarou.

O presidente do PT em Alagoas, deputado federal Paulão (PT), terá um grande trabalho pela frente para recuperar a força do partido.


www.DeputadoRonaldoMedeiros.com.br